3 de out de 2011

Um real


Um comentário:

Eduardo Corrêa disse...

Me deu dó... Mas é tão fofo!