30 de mai de 2011

Estrangeiro neste mundo


Eu costumava achar que eu era a pessoa mais estranha do mundo,
mas aí eu pensei: tem tanta gente neste mundo, tem que ter alguém como eu,
que se sinta bizarra e imperfeita, da mesma maneira como eu me sinto.
E eu imaginava esta pessoa,
imaginava que ela também estivesse lá pensando em mim.
Bom, espero que se você for essa pessoa e estiver lendo isto,
saiba que SIM, é verdade, estou aqui!
Sou tão estranha como você.
Frida Kahlo

Nenhum comentário: